Revista Fisioterapia

Revisão da edição

Revista Fisioterapia Ser > Revisão da edição

Meralgia parestésica (MP) – Aspectos neurológicos e abordagem diagnóstica

Introdução: o longo trajeto e as relações anatômicas do nervo cutâneo femoral lateral (NCFL) juntamente com o estresse mecânico são fatores causadores da neuropatia compressiva denominada meralgia parestésica (MP).

Objetivos: verificar os aspectos neurológicos desta doença além de ressaltar a validade de uma avaliação minuciosa para descartar condições semelhantes.

Materiais e métodos: Realizou-se uma atualização da literatura bibliográfica incluindo artigos compreendidos entre 1977 e 2006.

Resultados: AMP se diferencia de outras síndromes compressivas por ser exclusivamente sensorial, porém, o diagnóstico deve ser bastante minucioso incluindo dados clínicos e achados de exames complementares para diferir com fidedignidade de outras patologias semelhantes.

Conclusão: parece válida a atenção dada às patologias similares a MP para que se tenha um diagnóstico diferencial preciso e conseqüentemente a ocorrência de uma melhor efetividade do tratamento.

Palavra-chave: meralgia parestésica, neuropatia compressiva, nervo cutâneo femoral lateral.

Conselho Científico
  • Johnatas Dutra Silva *
  • Danielle de Paula Aprígio *
  • Juliana Bittencourt Marques *
  • Hugo Leonardo Silveira de Mello *
  • Luciana Noronha Pinto *
  • Dionis de Castro Dutra Machado **
  • Marco Antônio Orsini Neves ***
  • Victor Hugo do Vale Bastos ****

* Acadêmicos de Fisioterapia do Centro Universitário Serra dos Órgãos – UNIFESO/ Teresópolis – RJ.
** Doutoranda em Saúde Mental IPUB/UFRJ Fisioterapeuta – Professora UNIFESO. 3.
*** Professor da UNIFESO e UNIBENNETT.
**** Doutorando em Saúde Mental IPUB/UFRJ Fisioterapeuta - Professor e Coordenador da graduação em Fisioterapia do Centro Universitário Metodista do Rio de Janeiro – UNIBENNETT.

Voltar para a listagem de resumos

Fisioterapia SER (vol:2 n° 2)

Fisioterapia SER (vol:2 n° 1)

©2007 Editora Ser. Todos os direitos reservados. Revista Fisioterapia Ser
Google